Topo
Todos temos no ambiente de trabalho um ou outro colega com um feitio mais difícil de lidar, podendo mesmo chegar a ser bastante problemático.
Uns falam demasiado e nunca ouvem, espalham boatos, outros têm de ter sempre a última palavra, ou criticam tudo o que não foram eles a fazer. Há vários géneros e tipos.

Ficam aqui 10 dicas para ajudar a lidar com esses colegas.

1. Conheça-se a si mesmo
Quanto melhor se conhecer, menos provável é que reaja mal às situações com os seus colegas de trabalho de feitio “especial”. Este é talvez o ponto mais importante. Conheça os seus limites, os seus níveis de tolerância.

2. Identifique as pessoas problemáticas
Sabendo quem são e como são, mais facilmente se pode antecipar aos problemas que vão sendo criados por elas.

3. Sorria amigavelmente
Um sorriso e simpatia poderão fazer milagres com os seus colegas “difíceis”.

4. Descubra se outros colegas estão com problemas semelhantes com os “problemáticos“
Se você for o único a ter um problema com essa pessoa, o problema poderá estar em ambos. Analise bem a situação. Descubra onde está o problema antes de querer tomar atitudes mais drásticas.

5. Não deixe os problemas piorarem
Não deixe chegar a um tal ponto em que perde a racionalidade e age apenas com a emoção. Poderá perder a razão toda que tinha.

6. Comunique
Por vezes uma conversa pode resolver muitos problemas e, principalmente, mal-entendidos. Esteja calmo, se optar por conversar com o seu colega nunca o faça de “cabeça quente”.

7. Respeito
Respeite os seus colegas “difíceis” e o seu direito de serem diferentes, mesmo que não goste deles. Eventualmente o respeito será retribuído.

8. Mantenha-se profissional
Este ponto é bastante importante. Se mantiver sempre o seu profissionalismo intacto, dificilmente alguém arranjará argumentos contra si. E ficará ainda de consciência tranquila.

9. Não se vitimize
Vitimizar-se e sentir-se mal devido ao tratamento que o seu colega “difícil” lhe dá apenas agravará o problema e o seu estado emocional. Começará a sentir-se cada vez pior e mais vítima, culpabilizando a outra pessoa por tudo. Reaja e responsabilize-se pela forma como se sente.

10. Volte as costas
Em alguns casos, a melhor solução é voltar as costas e ir-se embora, em vez de ficar a discutir e a piorar a situação.